Regulamento de Funcionamento da ALM

  1. 1. Apresentação

    A Academia de Línguas da Madeira é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 1977, com base na secção de línguas da academia da Madeira e Belas Artes.

    Proporciona aos alunos um programa de ensino de Línguas: Inglês, Francês, Alemão, Espanhol, Russo, Italiano e Português como língua estrangeira, e ainda cursos à medida para executivos, agentes de viagens, bancários, secretárias, etc.

  2. 2. Política da Qualidade

    Missão

    • Prestar um serviço público de qualidade, no respeito pela heterogeneidade socioeconómica, cultural, religiosa e étnica da comunidade educativa. A ALM assume a defesa dos valores consignados na Declaração Universal dos Direitos do Homem, promovendo a cidadania, a democracia e os princípios morais e éticos que orientam a vida em comunidade.
    • Promover a pluralidade linguística, a interculturalidade e a optimização das oportunidades de desenvolvimento pessoal, bem como favorecer a integração de diversas comunidades, baseada nos princípios do entendimento mútuo, da tolerância e do respeito pelas identidades consciente da importante interacção entre as comunidades ao nível local de global.

    Objectivos Gerais

    • Ministrar o ensino de línguas estrangeiras e português como língua estrangeira
    •  Promover e valorizar a língua e cultura portuguesas, assim como as estrangeiras
    •  Promover a diversidade cultural e a aprendizagem de novas línguas menos difundidas, não se limitando a línguas de utilidade mais imediata no contexto económico
    • Favorecer um ensino diferenciado, flexível e de reconhecida qualidade pedagógica, desenvolvendo uma atitude inovadora perante o processo de aprendizagem cultural e linguística
    • Direccionar a aprendizagem das línguas a um publico cada vez mais alargado, independentemente dos diversos graus de formação educacional e das faixas etárias
    • Fazer corresponder a aprendizagem das línguas aos desafios da nova sociedade e às evoluções económicas e culturais, valorizando os factores da internacionalização e mobilidade, no âmbito de uma maior transparência das qualificações e competências
    • Realizar juntamente com as diversas instituições internacionais, exames das diferentes línguas para obtenção de certificados internacionais
    • Prestar serviços nas áreas de língua estrangeira e português a comunidade nomeadamente na área da tradução e interpretação
    • Criar dispositivos de avaliação interna e externa, de gestão da qualidade, baseados em padrões reconhecidos internacionalmente
    •  Estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito critico e empreendedor, bem como o pensamento reflexivo e a competitividade profissional dos estudantes
    • Assegurar condições para a formação, qualificação e desenvolvimento profissional de docentes, pessoal não docente e restantes colaboradores

  3. 3. Condições de Admissão
    • Crianças e Adultos
    • Idade mínima: 6 anos
    • Realização de teste diagnóstico (para alunos que já possuam conhecimento da(s) língua(s) pretendida(s)

  4. 4. Tipos de Ensino
    • Cursos ministrados por professores da própria língua
    • Professores treinados nos mais modernos métodos de ensino de línguas
    • Actualização pedagógica permanente
    • Desenvolvimento da conversação, leitura e escrita
    • Uso de material audiovisual (Cassetes, Cds, Videos, DVDs, Suporte informático)
    • Valorização do contacto professor – aluno (elemento fundamental para uma aprendizagem adequada).
    • Aulas ministradas:
    • Aulas em grupo – A constituição de caga grupo é limitada a 12 alunos (níveis mais avançados) e a 16 alunos (níveis baixos). Esses números só serão excedidos em circunstâncias especiais e com a concordância do professor
    • Aulas individuais

  5. 5. Inscrições

    5.1 Cursos Normais

    • Renovação da Matrícula
    • Deverá ser efectuada de 1 a 30 de Junho (porque a capacidade da escola é limitada, a ALM não pode assegurar a inscrição de alunos que renovem as matrículas fora do prazo estipulado).
    • Matrículas para novos alunos
    • A partir de 1 de Junho
    • Serão submetidos a um teste diagnóstico os alunos novos que já possuam conhecimento da língua, de modo a serem integrados no nível adequado
    • O teste terá lugar nas datas indicadas no calendário ou depois do início das aulas

    5.2 Cursos Intensivos

    Durante todo o ano lectivo, realizam-se cursos em módulos consoante a procura

    Para os Cursos Intensivos de Verão, as inscrições poderão ser realizadas a partir de 1 de Junho

    Notas Importantes:

    • Devido à capacidade limitada das nossas instalações, por vezes, não é possível admitir todos os alunos, no período destinado às inscrições. Os alunos que se encontrem nesta situação permanecerão em lista de espera, sendo admitidos após a formação das turmas e à medida que forem aparecendo vagas. Desde que haja vagas, são admitidos alunos que já possuam conhecimentos, até ao final do segundo período. Para os alunos que pretendam submeter-se aos exames da University of Cambridge, Pearson Tests of English, DELF-DALF (Ministério Francês de Educação), Goethe-Institut, Instituto de Cervantes e CAPLE – Universidade de Lisboa, a data limite é a primeira semana de Janeiro
    • A ALM reserva-se ao direito de cancelar ou não iniciar qualquer turma que tenha um número inferior a 5 alunos

  6. 6. Horário
    • Horários disponíveis de 2ª a 6ª Feira, entre as 8:30 e as 21 horas
    • Havendo procura e caso se justifique, poderá haver aulas ao Sábado na parte da manhã
    • São marcados na última semana de Setembro conforme indicado no calendário
    • Procura-se, tanto quanto possível, organizar os horários tomando em consideração, sobretudo o horário escolar ou de trabalho de modo a facilitar o acesso a todos os alunos, caso algum aluno tenha dificuldade em coordenar o seu horário particular com o da ALM, não será reembolsado pelo dinheiro da matrícula ou deposito.
    • Nas primeiras semanas, os horários estão sujeitos a alterações
    • No caso de falta de um professor, a ALM providenciará a sua substituição sempre que possível
    • A mudança de turma só é possível efectuar-se no caso de força maior e se houver vaga no horário pretendido. Qualquer mudança só poderá ser efectuada através da Secretaria

  7. 7. Modalidades de Pagamento

    7.1 Cursos Normais

    • O aluno pagará, no acto da matrícula, para além da propina, o seguro escolar e um depósito
    • O deposito será deduzido no pagamento da última propina do ano lectivo (mês de Junho: 6º/7º/8º ano; mês de Julho: os restantes níveis) Em caso de desistência não há reembolso.
    • Ao assinar o boletim de inscrição, o aluno/Encarregado de educação compromete-se a cumprir o contrato de formação e a pagar a mensalidade regularmente, até ao dia 8 do mês a que se refere
    • Não sendo satisfeito o pagamento da propina dentro do prazo estipulado, será aplicada uma multa de 1,00€
    • As verbas podem ser pagas em dinheiro, cheque endossado à Academia de Línguas da Madeira ou por multibanco
    • A anulação da matricula será considerada mediante o preenchimento de impresso próprio, adquirido na secretaria da Escola, que deverá ser entregue antes do dia 8 de cada mês
    • A não frequência das aulas por período prolongado implica o pagamento das mensalidades. Em casos de força maior, deverá ser apresentada uma justificação a ser posteriormente apreciada pela Direcção.

    7.2 Cursos Intensivos

    Os alunos interessados em frequentar estes cursos deverão consultar os prospectos existentes para o efeito

    No acto da inscrição, deverá ser efectuado o pagamento de 50% do valor do curso. Os restantes 50% serão p+pagos aquando da confirmação do início do curso.

    Na eventualidade de não realização do curso, todos os valores pagos até à data serão restituídos

    7.3 Cursos Individuais e Pequenos Grupos

    Estes cursos estão disponíveis durante todo o ano, sendo o horário ajustado de acordo com a disponibilidade do aluno e da instituição

  8. 8. Deveres dos alunos

    Sem prejuízo do disposto no Estatuto do Aluno (EAEBS), são deveres gerais do aluno:

    • Ser assíduo, pontual e empenhado no cumprimento de todos os seus deveres no âmbito das actividades escolares
    • Ter postura adequada ao lugar em que se encontra, assim como, usar indumentária apropriada
    • Participar activa, critica e construtivamente no processo de ensino-aprendizagem
    • Respeitar as instruções dos professores e do pessoal não docente
    • Não transportar quaisquer materiais, equipamentos tecnológicos, instrumentos ou engenhos passiveis de perturbar o normal funcionamento das actividades lectivas ou que possam causar danos físicos ou morais aos alunos ou a terceiros
    • Manter os equipamentos tecnológicos e outros equipamentos desligados durante as actividades lectivas
    • Conhecer e cumprir as normas estipuladas deste regulamento funcionamento

  9. 9. Direitos dos alunos
    • Usufruir do ensino e de uma educação de qualidade de acordo com o previsto na lei, em condições de efectiva igualdade de oportunidades no acesso de forma a propiciar a realização de aprendizagens bem sucedidas
    • Usufruir do ambiente que proporcione as condições para o seu pleno desenvolvimento físico, intelectual, moral, cultural e cívico, para a formação da sua personalidade e da sua capacidade de auto-aprendizagem e de critica consciente sobre os valores e o conhecimento
    • Ver reconhecido e valorizado o mérito, a dedicação e o esforço no trabalho e desempenho escolar e ser estimulado nesse sentido
    • Usufruir de um horário que esteja de acordo com as actividades curriculares e extra curriculares obrigatórias
    • Ser tratado com respeito e correcção por qualquer membro da comunidade educativa
    • Ver salvaguardada a sua segurança na escola e respeitada a sua integridade fisica e moral
    • Ser assistido de forma pronta e adequada em caso de acidente ou doença súbita ocorrida ou manifestada no decorrer das actividades escolares
    • Ver garantida a confidencialidade dos elementos e informações constantes do seu processo individual , de natureza pessoal ou familiar
    • Apresentar Criticas construtivas e sugestões relativas ao funcionamento da instituição e ser ouvido pelos professores, órgãos de administração e gestão da escola em todos os assuntos que justificadamente forem do seu interesse
    • Conhecer o regulamento de funcionamento e ser informado em termos adequados à sua idade e ao ano que frequenta, sobre todos os assuntos que, justificadamente, sejam do seu interesse, nomeadamente sobre o modo de organização do plano de estudos ou curso, o programa e objectivos essenciais e o processos e critérios de avaliação, bem como sobre a matricula e normais de utilização e de segurança dos materiais e equipamentos e das instalações, incluindo o plano de emergência/evacuação

    10. Responsabilidade/Deveres de formadores, coordenados e outros agentes

    • Gerir o processo de ensino no âmbito dos programas definidos e das directivas emanadas da direcção da ALM
    • Ser assíduo, pontual e empenhado no cumprimento de todos os seus deveres no âmbito das actividades escolares
    • Manter informada a Direcção e a Secretaria da assiduidade dos alunos menores, para que os Encarregados de Educação possam acompanhar o progresso dos seus educandos
    • Preencher diariamente a pauta de presençãs e avaliação qualitativa ferramenta que facilita um tratamento individualizado dos alunos, visando, também, ajudar os encarregados de educação os proprios alunos a terem conhecimento do seu desempenho

  10. 11. Faltas

    O número de faltas injustificada permitido anualmente é o correspondente ao triplo dos tempos lectivos semanais

  11. 12. Critérios e Métodos de Avaliação

    Avaliação Diagnostica – Objectivo: Analisar o nível de conhecimento do formando, de forma a adequar o tipo de formação pretendida e enquadrar no nível de ensino apropriado

    Formativa – Objectivo: Medir o desempenho do formando face aos objectivos pedagógicos previamente definidos, visando a reorientação quer do processo de aprendizagem do formando, quer do processo formativo

    Sumativa – Objectivo: Medir o desempenho do formando face aos objectivos pedagógicos previamente definidos, visando aferir o respectivo grau de aprendizagem

    Avaliação da Reacção – Objectivo: Verificar o nível de satisfação do formando relativo à acção de formação e às condições em que a mesma decorreu, possibilitando a introdução de acções de melhoria na formação

  12. 13. Reclamações e Sugestões

    A ALM implementou um procedimento interno para tratamento de reclamações e sugestões, pelo que se encontra disponível na secretaria da Escola um impresso próprio para a sua formalização

    Essas deverão ser dirigidas à Direcção, no prazo de 5 dias subsequentes à data da sua ocorrência

    Todas as reclamações apresentadas serão analisadas pela direcção, prevendo-se um período de resposta máximo de 10 dias úteis após a sua apresentação

  13. 14. Informações úteis aos alunos
    • A Informação sobre a passagem de nível e aproveitamento é dada na secretaria da Escola a partir de 15 de Julho
    • No final do ano lectivo, os alunos recebem um certificado indicando o nível atingido. O certificado tem validade de um ano para efeitos de renovação de matricula, findo aquele prazo, terá de se submeter ao teste diagnóstico
    • Todas as 2ªs Feiras, das 10:00  às 12:00 os professores estão disponíveis para prestar qualquer esclarecimento aos Encarregados de Educação
    • O cartão com o número do aluno, entregue aquando da marcação dos horários, deve ser apresentado no pagamento das propinas e sempre que seja exigido na entrada ou pelo professor
    • A capacidade de transporte do elevador é de 4 pessoas. Agradece-se a atenção dos alunos, no seu próprio interesse, para que não seja ultrapassado este limite. Aconselhamos que, em tempo de chuva, se evite a utilização do elevador devido aos possíveis cortes de energia. As crianças com menos de 12 anos não deverão, em qualquer circunstância, utilizar o elevador, a não ser na companhia de um adulto.

    Importante

    A direcção da Academia de Línguas da Madeira aceita e agradece quaisquer comentários sobre os cursos ou sobre a instituição. Não devem hesitar em apresentar críticas ou sugestões que lhes pareçam válidas e úteis e que possam contribuir para uma maior eficácia no desempenho da nossa Instituição, o que obviamente resultará em vosso próprio beneficio

  14.